Semana da Programação

16% de desconto!
Oferta acaba em:

0

dias

00

hrs

00

min

00

seg

dev em <T>: os quatro pilares

01 m

Exploração

Navegar nas áreas de conhecimento do seu squad e times próximos. Conhecer todas as camadas.

20 m

Expansão

Compartilhar seu aprendizado com o time e outras pessoas. Quebrar barreiras entre equipes.

50 m

Expertise

Conhecer 2 níveis de profundidade a mais das abstrações que você usa. Entender o que está por trás da ferramenta.

100 m

Experiência

Desafie-se com a intenção de ter o domínio completo de uma tecnologia. Prática deliberada.

Se aprofundar em uma área e navegar em outras

Profissionais em <T> têm profundidade de conhecimento (especialistas) em uma determinada área, e ainda possuem conhecimento generalista em várias outras áreas.

Generalista

Habilidade em navegar em diversas disciplinas

Front-End
UX
Back-End
DevOps
Ciência de Dados

Especialista

Entender profundamente o funcionamento do navegador, conhecer o mecanismo interno do DOM, dominar o JavaScript

Conhecer bem as necessidades de usuários(as) finais e propor soluções intuitivas focadas tanto nas pessoas quanto na empresa.

Conhecer a virtual machine, dominar o core do framework que você usa

Dominar os sistemas operacionais, entender mecanismos por trás do cloud

Praticar os algoritmos e não apenas utilizá-los, entender a estatística e matemática por trás

Nós não somos estudantes de alguma disciplina, mas estudantes de problemas. E problemas podem atravessar diretamente as fronteiras de qualquer matéria ou disciplina.

Karl Popper

Conjectures and Refutations: The Growth of Scientific Knowledge

Por que ser profissional em <T>?

Criatividade

Com mais repertório, você consegue pensar em conexões não óbvias, enriquecendo seu processo criativo.

Autonomia

Navegar por diferentes temas te dá autonomia e segurança para tirar suas ideias do papel.

Adaptabilidade

Em um mundo cada vez mais incerto, complexo e não-linear, conhecer diferentes habilidades faz com que você se adapte mais rapidamente às transformações do mercado.

Leque de oportunidades

Estudar além da sua área de especialização pode te trazer mais oportunidades de mudança de carreira no futuro.

Alguns artigos da Alura sobre carreira em <T>

Aline Roque Klein

Generalistas vs Especialistas

Paulo Silveira

Os quatro Es de um profissional em T

Paulo Silveira

Bill Gates, CEO do Google e a Carreira em T

vivian-matsui

Carreiras líquidas

vivian-matsui

Transdisciplinaridade, Squads e Startups

Perguntas frequentes

Quem desenvolve em <T> é a pessoa que busca conhecimento além da sua área de especialização. No início de carreira, se aprofunda em um tema, conhecendo pelo menos 2 níveis de abstração, ou o “por baixo dos panos” e se sente confortável para executar os desafios que lhe são propostos. Ao longo da carreira, procura navegar em temas próximos, do próprio time ou de áreas de interface para entender melhor como seus colegas atuam e ampliar seu repertório pessoal, o que ajudará na solução de problemas cada vez mais complexos.
Antes de mais nada: não existe um caminho certo ou melhor de carreira. Porém, acreditamos que profissionais em <T> terão algumas vantagens em um mercado de trabalho mais dinâmico, volátil e não-linear. Dentre elas, maior autonomia para tirar ideias do papel, um processo criativo mais afiado e, principalmente, uma grande adaptabilidade às mudanças que possam ocorrer. E ainda por cima, também terá acesso a mais oportunidades, uma vez que conhece e já navega por outras áreas.
Comece por algo prático, aplicável. Pode ser um novo framework de Front-End. Ou uma linguagem da moda do Back-End. Aplique o que aprendeu em diferentes projetos, troque sua experiência em comunidades de devs e escolha se aprofundar onde mais tenha se identificado. Quando começar a se aprofundar, comece a se perguntar qual o código por trás daquela biblioteca ou o que roda por trás daquele framework. Com o tempo você vai precisar mergulhar um pouco mais... entender do sistema operacional, de virtual machine, funcionamento do navegador. Mergulhe fundo nesse início para construir a barra vertical do seu <T>, sua especialização.
Os conhecimentos técnicos serão extremamente importantes no início de sua carreira. Mas com a evolução profissional, você precisará acessar outros conhecimentos como gestão, liderança, comunicação, além de conhecer, pelo menos, como funcionam as outras áreas que terão interface com a sua entrega e de seu time. Esse conhecimento fora da sua especialização inclusive ajudará seu processo criativo quando tiver que resolver problemas mais complexos.
Calma, respira! A aprendizagem em tecnologia é um processo longo. Leva tempo. Não é um sprint de 100m rasos. Está mais para uma maratona. Talvez em 10 anos você domine a programação. Então não se preocupe com o tempo, mas sim com o quanto você se preparou e tem conhecimento suficiente para resolver os problemas do seu dia a dia do trabalho, conforme evolui na carreira.
Primeiramente, escolha e mergulhe fundo na tecnologia que mais se identificou. Estude, pratique, aplique em vários projetos. Enquanto está estudando, compartilhe seus aprendizados e tire suas dúvidas com outras pessoas da área. Participe de fóruns e comunidades. Compartilhe seus resultados no GitHub e Linkedin. Organize grupos de estudo, crie projetos em conjunto. Ajude outros que estão começando. Neste processo você vai desenvolver muitas habilidades importantes à sua carreira no futuro. Depois, busque estudar techs correlatas. Se você é de Front, estude UX. Se é de Back, entenda DevOps. Esse conhecimento vai ajudar no relacionamento com essas áreas pares e te trazer novos insights. Quanto mais navegar, mais criativo será o seu dia a dia e mais rápido formará seu <T>!
Na Alura criamos grupos de discussão em torno dos livros Range, sobre generalistas versus especialistas, e Learning Sciences, coletânea da Unviersidade de Cambridge de artigos sobre didática e pedagogia moderna. Além disso, Project Based Learning e Challenge Based Learning mostram bastante a importância da multidisciplinaridade.