Primeiras aulas do curso Data Analysis: Introdução com Google Sheets

Data Analysis: Introdução com Google Sheets

Base no Google Planilhas - Apresentação

Tudo bem? Meu nome é Daniel Siqueira e juntos vamos estudar o curso de data analysis, introdução com Google planilhas. Esse curso é voltado para você que nunca teve contato com análise de dados, ou ainda sequer teve contato com o Google planilhas. Claro que se você já é um analista de dados e você quer incrementar algumas técnicas do seu portfólio, seja muito bem-vindo. Porém, o foco do curso é para você que realmente está começando, sequer sabe o que é uma célula.

Vamos começar bem do básico mesmo. Aliás, explicando o porquê vamos escolher esse software, quais são as vantagens que ele tem, até começando a formatar nossa planilha com os primeiros dados. Como formatamos os dados, deixamos a planilha com esse aspecto bem legal. A calcular a função soma, para usar o total. E como gerar nosso gráfico também.

E por falar em gráfico, também vamos aprender quais são as principais opções de gráfico que temos e quando é mais recomendável utilizar cada tipo de gráfico. Por exemplo, quando é melhor utilizar o gráfico de colunas ou de barras, quando é melhor utilizar o gráfico de pizza ou rosca com algumas ressalvas que vamos ver no curso.

Quando é melhor utilizar o gráfico de linhas ou de áreas. Claro que não é só colocar os dados, formatar e gerar o gráfico. Agora sim que vai começar nossa parte de análise, de tratamento dos dados. Vamos aprender o que é a linha de tendência, quando vamos usar esse recurso de previsão dos dados, e também duas técnicas muito interessantes, que é a técnica de velocidade, e de aceleração dos dados.

Por sinal, vamos relembrar esses conceitos do ensino médio, como calculávamos velocidade e aceleração e como correlacionamos isso com a análise de dados. Também vamos aprender o que é o arquivo csv, que tem essa cara, talvez você já tenha tido contato com esse arquivo alguma vez, e como vamos importar esses dados para o nosso Google planilhas.

E eventualmente podem acontecer alguns problemas. Por exemplo, os missing datas, ou em português os dados faltantes. Vamos gerar o gráfico, isso vai atrapalhar na nossa análise. E como vamos resolver através de algumas funções que vamos ver. Vamos aprender o que é a média, a fórmula matemática da média e a função média, o que é a função SE para que consigamos interpolar os dados, ou seja, completar esses dados através do uso das nossas funções, função SE, ENUM, média.

Para que consigamos fazer a interpolação, ou seja, quando tenho dois dados, vou preencher um caminho entre esses dois dados de forma natural, para que aí quando eu gere meu gráfico fique de forma bem natural, fica bem legal.

Também vamos aprender a tratar gráficos que vão ter uma variância muito grande. Por falar nisso, também vamos aprender o que é variância, desvio padrão e como vamos utilizar da média móvel, dessa técnica, para que consigamos suavizar a curva do meu gráfico e me auxilie na análise também.

Vamos aprender o que é esse comportamento do gráfico quando ele vai se repetindo no mesmo período de tempo, chamado de sazonalidade, e como tratamos esses dados. Como posso corrigir esses dados, ou por dias úteis, ou por final de semana.

Também vamos aprender a como realizar a taxa de conversão. Ou seja, vou ter duas grandezas, o número de acessos no meu site, e o número de vendas. Como construo uma correlação entre esses dois dados? Como faço para calcular uma taxa de conversão, saber o número de acessos que preciso ter no meu site para que seja convertido em vendas. Claro, tudo isso dentro de uma análise, comparando também, sempre se utilizando do recurso gráfico.

Seja muito bem-vindo ao nosso curso, qualquer dúvida que você tiver em qualquer parte do curso pode contar comigo no fórum, vamos estar sempre lá para te ajudar, para responder suas dúvidas. Faça sempre todos os exercícios e siga o passo a passo. Não só assista o curso parado para você entender o que estamos fazendo, mas também coloque a mão na massa, porque aí você vai terminar o curso com todas as habilidades dentro do seu portfólio. Nos vemos no próximo vídeo.

Base no Google Planilhas - Preparando o ambiente

Vamos começar nosso curso de data analysis introdução com o Google planilhas. E vamos começar com a Marcela. A Marcela tem uma vontade muito grande de empreender, de abrir seu próprio negócio, e como ela ama ler ela decidiu abrir um e-commerce que vendesse livros e coisas relacionadas à leitura.

Mas o problema é que ela não tinha experiência nenhuma, então ela gastou um tempinho pesquisando, estudando como abrir seu negócio. Ela decidiu dividir o investimento inicial dela, que já não era muito grande, em duas partes. Primeiro, realmente investir no e-commerce em si, ou seja, nos livros, na estrutura do site. E a outra metade ela decidiu investir contratando um analista de dados.

Na pesquisa dela, ela descobriu que esse profissional é muito importante para qualquer empresa, desde uma empresa que está começando agora, até uma que já é grande. Esse profissional vai fazer com que ela deixe de fazer gastos desnecessários, que ela invista realmente onde ela precisa investir para que ela cresça, e foi aí que ela chegou até o João.

O João é um analista de dados que vai ajudar a Marcela ao longo de toda a trajetória dela no e-commerce dela. Eles começaram a conversar, ela explicou para o João que não tinha muita experiência, ele disse que não tinha problema, perguntou se ela já tinha feito um primeiro investimento, e ela disse que sim, ela comprou os livros que ela mais gosta de ler, que ela imaginou que ia vender mais rápido.

E aí ele pediu para ela passar esses primeiros dados para ele, os livros que ela comprou. Ela disse que tudo bem, mas como ela não tinha experiência nenhuma, ela foi lá e digitou pelo próprio WhatsApp e passou para ele. Ele até achou aquilo um pouco engraçado, mas ele entendeu que ela não tinha experiência, então ele vai transferir esses dados para uma planilha de cálculo, e ele escolheu trabalhar com Google planilhas, ou Google sheets em inglês.

Tem algumas vantagens de trabalhar com esse software. Primeiro que ele é gratuito, então já é uma grande vantagem, basta você ter a conta no Gmail que você não paga nada para acessar. Segundo que o armazenamento é feito na nuvem, ou seja, não precisa de uma máquina muito poderosa de armazenamento com grande espaço de armazenamento para poder trabalhar. Basta estar logado na internet, ter acesso à internet, estar logado no Gmail que ele pode acessar essa planilha de qualquer lugar, qualquer máquina.

E terceiro que mais de uma pessoa pode alterar a planilha em tempo real, mais de uma pessoa pode trabalhar com aquela planilha. Claro que a empresa da Marcela está começando agora, ela é bem pequena, mas na conversa ela disse que ela realmente quer crescer bastante, então ele imaginou que um dia o time ia crescer, e por isso uma das vantagens de trabalhar com Google planilhas é que depois quando a empresa estiver grande, mais de uma pessoa precisar alterar a planilha vai conseguir fazer em tempo real.

Para trabalharmos com Google planilhas vamos ter algumas opções para acessar ele. Primeiro, posso abrir meu navegador e digitar sheets.google.com, dou enter e vai abrir uma página. Embaixo, se você já mexeu no Google planilhas alguma vez vai carregar um histórico. Mas como vamos começar com uma planilha em branco vamos clicar na opção em branco.

Vai me abrir uma planilha zerada para eu trabalhar. Primeiro você vem no canto superior esquerdo, está escrito planilha sem título. Aqui vamos colocar o nome da planilha, basta dar um clique uma vez que já fica apto para alterar isso, e vou colocar já o nome do e-commerce da Marcela.

Falando nisso, ela não tinha falado para o João até agora o nome do e-commerce. Ele perguntou para ela e ela disse que escolheu o nome Clube do Livro. Então vamos colocar aqui. Dou enter.

Repare que já fica salvo automaticamente na nuvem, no drive do Google. Qualquer alteração que eu faça já fica salvo automaticamente, não preciso me preocupar com isso, em perder alguma informação ao longo do trabalho.

Essa é a cara da nossa planilha, a planilha composta por células, são esses quadradinhos, e é aqui que vou inserir as informações, os dados que vou trabalhar, que vou fazer minhas análises. Para inserir qualquer informação na célula basta selecionar, e aí posso digitar, ou texto, ou número, dou enter e fica lá.

Depois se eu quiser alterar esse texto ou reinserir mais informações, seleciono e dou um duplo clique, aí fica apto para realmente apagar. Posso também inserir através da barra de fórmulas que vamos ver também aqui. Vou apagar tudo, dar um enter, porque vamos começar a análise agora.

Para fazer referência para uma célula vamos nos basear pelas linhas verticais, essas que estão em pé, que vou chamar de colunas. E as colunas são nomeadas com letras maiúsculas. Você vê a coluna A, B, C, e assim por diante. E vou ter as linhas horizontais que vou nomear com os números.

Se eu quiser fazer referência, por exemplo, para essa célula, como vou chamar? Primeiro venho para a coluna, ela está na coluna E, e depois pela linha horizontal, está na linha 3. Essa célula aqui é minha célula E3. É sempre assim que vamos fazer referência para as nossas células.

Como a Marcela me passou só os livros e as quantidades que ela comprou de cada livro, vou criar duas colunas no canto, selecionar a célula A1 e escrever livros, para colocar o nome embaixo, e do lado, na célula B1 vou criar a coluna quantidade. Dou enter.

Vou lá pegar as informações que ela me passou. O primeiro livro que ela me passou foi Harry Potter e a Pedra Filosofal. Repare que o texto invadiu a célula do lado, não tem problema, dou enter. Se eu quiser inserir informação na célula B2 clico e coloco, por exemplo, a quantidade que ela comprou, 7, dou enter.

Falando nisso, preciso dar um duplo clique para acertar. Agora vamos preencher todos os dados que ela passou para nós. Agora que já escrevemos tudo que ela passou, como eu disse, o texto pode ficar um pouco maior do que a célula, não tem problema. Para ajustar isso posso colocar a seta do mouse entre as duas colunas até surgir com esse símbolo.

Quando clico, posso puxar para um lado, para a direita ou para a esquerda, vou ajustando. Se eu quiser ajustar de forma automática, basta dar um duplo clique, que ele já ajusta perfeitamente para o tamanho da célula, do texto da célula. Esse foi o primeiro passo, agora que o João já colocou os dados que a Marcela passou para ele, ele está apto a começar o trabalho dele.

Base no Google Planilhas - Organizando os dados

Agora que o João já montou as primeiras informações que a Marcela passou para ele, ele notou que tem dois dados muito importantes que ela não passou. Primeiro, o preço que ela pagou nos livros, e segundo o preço que ela pretende vender os livros, para ele poder fazer uma análise baseada no lucro também.

Então, ele mandou uma mensagem para ela, e enquanto ela não respondia ele decidiu fazer uma coisa muito importante para a análise de dados, que é deixar os dados o mais visuais possível, para facilitar assim a análise e a compreensão.

Se percebermos aqui, os dados estão do mesmo jeito dos títulos, das colunas, não está muito fácil identificar o que é o que. Então vamos começar formatando isso. Primeiro vou selecionar as células que são os títulos das minhas colunas, para selecionar no Google planilhas basta clicar, segurar e puxar até onde quero, ele seleciona o intervalo.

Vou selecionar esse intervalo dos títulos das minhas colunas e vou aplicar um negrito. O negrito está nesse símbolo B. Por que B? Vou dar um zoom para identifica melhor. Porque é bold em inglês. Posso clicar aqui quanto usar a tecla de atalho "Ctrl + B".

Vou clicar aqui, vamos voltar. Já criei certa diferenciação. Para diferenciar mais ainda vou aumentar o tamanho da fonte do meu título. Do lado do B, tenho o tipo da fonte, que é o tipo da letra que quero usar, e do lado desse número tenho o tamanho da fonte. Está 10, que é o padrão, vou aumentar para 14. Já deu uma boa diferenciada.

Como cresci a palavra quantidade ela começou a entrar na célula do lado, vou colocar a seta do mouse entre as duas células da coluna, aparece esse símbolo, dou um duplo clique, ele já ajusta para mim automaticamente. Já dá para diferenciar bem melhor agora.

Para ficar mais visual ainda, vou aplicar uma cor de fundo para essas células. Vou vir no símbolo de um balde, uma tinta. Quando posiciono a seta do meu mouse até aparece escrito cor de preenchimento. Vou pintar o fundo da célula. Vou colocar uma cor não muito extravagante, vou colocar o azul.

Vamos olhar nossa tabela agora. Claramente sei que aqui são os títulos dos meus dados e embaixo são meus dados. Só para deixar o mesmo padrão visual, vou aplicar uma cor, como apliquei azul vou aplicar azul aqui também, mas bem claro.

Nossa planilha já ficou com outra cara agora. Quando ele terminou de fazer isso a Marcela respondeu para ele com os dados que ele pediu. Ele vai criar duas outras colunas, uma de preço e outra de venda. Para não ter que digitar preço e fazer os mesmos processos que ele fez agora, ele vai simplesmente copiar a formatação dessa coluna.

Como fazemos isso? Vou selecionar a coluna inteira de novo, com a tecla de atalho “Ctrl + C”. Ao invés de colocar e aplicar o “Ctrl + V”, simplesmente colar, que vou colar tudo igual e ir lá apagando, vou desfazer essa ação que fiz agora, posso fiz na setinha desfazer ou no famoso "Ctrl + Z" também. E vou copiar só a formatação.

Vou selecionar esse intervalo, “Ctrl + C”. Na hora de colar vou clicar com o botão direito do mouse, colar especial. Tenho uma série de opções, mas como quero copiar só a formatação vou colocar os valores que quero, venho em colar somente a formatação, ou ainda "Ctrl + Alt + V".

Ficou das mesmas cores. Quando eu digitar preço ele vai seguir o mesmo padrão de formatação do lado. E quero também colocar outra coluna para a venda, colar especial, somente formatação. Vou digitar venda.

Agora vamos colocar os preços que a Marcela passou para o João. Digitamos os valores dos preços que ela passou, só que ao invés dela passar o valor da venda, ela disse para ele que quer aplicar 40% de margem de lucro. Não tem problema, vamos fazer essa conta agora.

Como fazemos um cálculo no Google planilhas? Simples, selecionamos a célula que vamos inserir esse cálculo, e eu coloco o símbolo de igual. A célula até mudou de cor. Antes estava com preenchimento azul que colocamos. Quando coloco igual, a célula já fica esperando um cálculo ou uma função. Basta colocar o cálculo que quero aqui.

Para aplicar 40% a mais de um valor, um jeito bem direto de fazer essa conta é multiplicar por 1,4, porque o preço que tenho aqui é 100%, ela pagou o preço inteiro, 100%, ela quer colocar mais 40%, então se tenho 100% mais 40%, quanto vai me resultar? 140%. Só que é porcento, então sabemos que esse símbolo de porcento significa por cem, dividido por cem.

Se eu dividir 140 por cem, a vírgula que estava escondida atrás do 40 vai andar duas casas, 1,4, então na prática aumentar 40% é a mesma coisa que multiplicar por 1,4.

Vamos fazer toda essa conta na célula do valor da venda. Vou clicar, digitar igual, ela está esperando o cálculo. Ao invés de digitar 105, que é o valor que está do lado, vou colocar na célula do lado, porque agora posso fazer isso, ele está esperando um cálculo, clico na célula do lado, ele já puxa C2, e olha o balão escrito a informação, é o valor que está na célula do lado. Vou multiplicar.

Para multiplicar no Google planilhas o símbolo da multiplicação é o asterisco, não é o x, igual na matemática, porque x é uma letra, então ele criou o símbolo do asterisco para multiplicar. E vou multiplicar por 1,4, e aí dou igual. Já aparece o resultado para mim.

Ao invés de ficar agora fazendo conta célula por célula, olha que recurso fantástico que o Google planilha disponibiliza para nós. Posso vir com a seta do mouse no canto inferior da tela até ficar com esse formato como uma cruz, clicar e puxar para baixo. Ele vai aplicar o mesmo cálculo para todas as células.

Como ele fez isso? Na primeira célula pedi para ele puxar a célula do lado vezes 1,4, na de baixo olha na nossa barra de fórmulas o que ele fez. Pegou a célula de baixo e seguiu o mesmo padrão. Pegou a do lado e multiplicou por 1,4. Rapidamente ele já fez todo esse cálculo para nós. Assim conseguimos preencher as primeiras informações que a Marcela passou.

Sobre o curso Data Analysis: Introdução com Google Sheets

O curso Data Analysis: Introdução com Google Sheets possui 124 minutos de vídeos, em um total de 53 atividades. Gostou? Conheça nossos outros cursos de Data Science em Data Science, ou leia nossos artigos de Data Science.

Matricule-se e comece a estudar com a gente hoje! Conheça outros tópicos abordados durante o curso:

Aprenda Data Science acessando integralmente esse e outros cursos, comece hoje!

Plus

  • Acesso a TODOS os cursos da plataforma

    Mais de 1200 cursos completamente atualizados, com novos lançamentos todas as semanas, em Programação, Front-end, UX & Design, Data Science, Mobile, DevOps e Inovação & Gestão.

  • Alura Challenges

    Desafios temáticos para você turbinar seu portfólio. Você aprende na prática, com exercícios e projetos que simulam o dia a dia profissional.

  • Alura Cases

    Webséries exclusivas com discussões avançadas sobre arquitetura de sistemas com profissionais de grandes corporações e startups.

  • Certificado

    Emitimos certificados para atestar que você finalizou nossos cursos e formações.

  • Alura Língua (incluindo curso Inglês para Devs)

    Estude a língua inglesa com um curso 100% focado em tecnologia e expanda seus horizontes profissionais.

12X
R$85
à vista R$1.020
Matricule-se

Pro

  • Acesso a TODOS os cursos da plataforma

    Mais de 1200 cursos completamente atualizados, com novos lançamentos todas as semanas, em Programação, Front-end, UX & Design, Data Science, Mobile, DevOps e Inovação & Gestão.

  • Alura Challenges

    Desafios temáticos para você turbinar seu portfólio. Você aprende na prática, com exercícios e projetos que simulam o dia a dia profissional.

  • Alura Cases

    Webséries exclusivas com discussões avançadas sobre arquitetura de sistemas com profissionais de grandes corporações e startups.

  • Certificado

    Emitimos certificados para atestar que você finalizou nossos cursos e formações.

  • Alura Língua (incluindo curso Inglês para Devs)

    Estude a língua inglesa com um curso 100% focado em tecnologia e expanda seus horizontes profissionais.

12X
R$120
à vista R$1.440
Matricule-se
Conheça os Planos para Empresas

Acesso completo
durante 1 ano

Estude 24h/dia
onde e quando quiser

Novos cursos
todas as semanas